Liberto/ano III

Paisagens Poéticas / Fabiana LeiteClique para ler

Em um trecho do editorial, a terceira edição da Liberto, lançada em 2013, descrita: “a primeira ideia que tivemos para o tema dessa edição da Revista Liberto era tratar da delicada e urgente questão dos conflitos pela terra no Brasil. Pesquisando sobre o assunto, nos deparamos com o conceito de território. Entendemos que a luta – ou as lutas – por justiça social são, por fim, uma disputa por territórios econômicos, políticos, simbólicos e culturais negados aos grupos mais vulneráveis de nossa sociedade. E é essa a luta diária do IPR e nossa razão primeira de existir. Território, talvez, seja o tema definitivo dessa publicação. Tendo isso em mente, nas páginas que se seguem, lançamos um olhar sobre temas que habitam uma mesma geografia imaginária de luta por reconhecimento, representatividade e justiça”. A revista versa sobre o ProJovem Trabalhador, o Massacre de Felisburgo, a luta da pixação em Belo Horizonte, um ensaio com a população LGBT que vive nas ruas da capital mineira, os quilombos dessa mesma capital e um perfil com Frei Gilvander.

Comentários

Comentários